Manuscritos do Mar Morto disponíveis na internet

manuscrito1

Mais de seis décadas depois da descoberta dos Manuscritos do Mar Morto — e milhares de anos após terem sido escritos — Israel completou a disponibilização on-line das cinco mil imagens dos mais antigos textos bíblicos conhecidos, numa parceria com a Google. A livraria digital agora está completa, com o Livro do Deuteronômio, que inclui a lista dos Dez Mandamentos, e um trecho do primeiro capítulo do Gênesis, datado do primeiro século d. C..

O objetivo é democratizar o acesso aos textos religiosos, antes disponíveis apenas para poucos especialistas.

— Apenas cinco pessoas em todo o mundo são autorizadas a manusear os manuscritos — afirmou o responsável pelo patrimônio histórico de Israel, Shuka Dorfman. — Agora, todo mundo vai poder tocar os manuscritos na tela.

Os textos são considerados a descoberta arqueológica mais importante do século XX. Acredita-se que tenham sido escritos e guardados pelos essênios, uma seita judaica, nas cavernas de Qumran, às margens do Mar Morto, há 2 mil anos. As milhares de folhas de pergaminho, escritas em hebraico e aramaico, são consideradas essenciais para a compreensão do judaísmo e das origens do cristianismo.

Textos dos manuscritos aparecem de forma praticamente idêntica na Bíblia, escrita 500 anos depois, e ajudam a entender o ambiente em que Jesus viveu, revelando informações sobre os judeus daqueles tempos. Os textos podem ser acessados em:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s